Home / Conteúdo / Força Aérea alerta para uso de drones durante o Carnaval

Força Aérea alerta para uso de drones durante o Carnaval

[ad_1]

Se operadas de maneira imprudente, aeronaves podem representar perigo às pessoas e risco às edificações, redes elétricas e aviação


por Portal Brasil


publicado:
24/02/2017 10h57


última modificação:
24/02/2017 11h12

Com a campanha “Neste Carnaval deixe seu drone longe da folia”, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), unidade da Força Aérea Brasileira (FAB), alerta sobre o uso de aeronaves remotamente pilotadas durante os dias de festas. 

As máquinas, se operadas de maneira imprudente, podem representar perigo às pessoas e risco às edificações, redes elétricas e para a aviação.

Segundo o Decea, durante a operação, a projeção vertical do drone no solo deve estar a, pelo menos, 30 metros de distância horizontal de aglomerações. Para sobrevoar pessoas, é preciso ter a autorização expressa das mesmas.

Em caso de locais confinados, como estádios e arenas, é necessário que o proprietário do local autorize a operação, além da anuência das pessoas presentes, desde que o drone não ultrapasse os limites verticais da estrutura.

Os drones são considerados aeronaves, e seu proprietário é o responsável legal por qualquer dano que possa ser causado durante o voo.

O Decea explica, ainda, que, quando termina o limite dos prédios e outras estruturas, começa o espaço aéreo, e não cabe ao departamento autorizar operações com drone fora do que é considerado espaço aéreo.

Autorização de voo

Após pouco mais de dois meses no ar, o Sistema de Solicitação de Acesso ao Espaço Aéreo (Sarpas) por Remotely Piloted Aircraft Systems (RPAS) atingiu a marca de 1.000 usuários cadastrados. Desde dezembro de 2016, quando o sistema entrou em funcionamento, 1.161 operadores se registraram no Sarpas e realizaram o cadastro de 288 equipamentos.

O Sistema, além de diminuir os prazos para autorização de voo, possibilita, por exemplo, que operações visuais, com drones de até 25 kg, realizadas a mais de cinco quilômetros de distância de aeródromos e até 100 pés de altura em relação ao solo, sejam autorizadas em até 45 minutos.

A utilização do Sarpas está prevista na versão atualizada da Instrução do Comando da Aeronáutica, que trata do Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas e o Acesso ao Espaço Aéreo Brasileiro (ICA 100-40), publicada em dezembro de 2016.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Defesa

[ad_2]
Source link




Check Also

A sentença que condenou Lula: leia a íntegra

A sentença que condenou Lula: leia a íntegra

Direito de resposta ao Barros Tetelestai!

Compartilhe esse conteúdo - Click aqui e cadastre-se GRÁTIS e receba notícias, informações e promoções …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.